77% dos viajantes corporativos querem o retorno das viagens

Fonte: Panrotas.com.br | 24/03/2022 14:10 | Beatrice Teizen Uma nova pesquisa realizada pela Morning Consult em nome da American Hotel & Lodging Association (AHLA) revelou que o sentimento em torno das viagens corporativas está mudando, com 77% dos viajantes a negócios e 64% dos norte-americanos empregados concordando que é mais importante do que nunca trazer de volta esse tipo de deslocamento. O levantamento foi realizado com 2.210 adultos, entre 8 e 9 de março.



Quase dois terços dos viajantes corporativos dizem que o aumento da dependência do trabalho virtual, que se tornou comum durante a pandemia, está afetando negativamente a produtividade (64%) e a cultura do local de trabalho (65%). O estudo também descobriu que quase sete em cada dez norte-americanos (69%) aprovam a recente mudança dos Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) para relaxar os requisitos de máscara, com muitos viajantes respondendo fazendo planos de viagem adicionais.


Entre os americanos que estão atualmente empregados, 43% disseram que são mais propensos a viajar a negócios em comparação com 2020 e 2021 em resposta aos requisitos de saúde pública relaxados do CDC e dos governos estaduais e locais. Dentre os participantes, 256 (12%) eram viajantes corporativos, ou seja, têm um emprego que normalmente inclui viagens relacionadas ao trabalho ou esperam viajar a negócios pelo menos uma vez este ano.


De acordo com o estudo, 80% dos americanos empregados e 86% dos viajantes a negócios acreditam que as interações cara a cara são importantes para maximizar o sucesso da empresa. Quando se trata de reuniões pessoais e viagens a trabalho, 61% dos adultos e 74% dos viajantes concordaram que elas fortalecem a organização; 59% dos adultos e 77% dos viajantes disseram que estimulam a colaboração; e 57% dos adultos e 76% dos viajantes a negócios responderam que facilitam a produtividade de uma forma que as interações virtuais não podem.


Além disso, a maioria dos entrevistados (56% dos adultos e 71% dos viajantes corporativos) também concordou que a covid-19 criou uma necessidade maior de conexão presencial que as reuniões apenas virtuais não podem satisfazer. Falando da importância das interações olho no olho, 86% dos americanos empregados e 89% dos viajantes a negócios disseram que são importantes para estabelecer e manter relacionamentos com colegas de trabalho, enquanto que, para 85% e 88%, elas são importantes para estabelecer e manter relacionamentos com os clientes.


Por fim, um número alto de 82% de americanos empregados e 89% de viajantes corporativos também disseram que as interações face to face são importantes para treinamentos profissionais, enquanto 80% e 83% informaram que são importantes para manter o moral elevado.


“Os últimos dois anos de arranjos de trabalho virtual e restrições de viagens destacaram a importância das viagens e reuniões presenciais para empresas, funcionários e clientes. Esses resultados são a prova disso. A maioria dos americanos reconhece o valor que as viagens a negócios e as reuniões presenciais proporcionam. E depois dos últimos dois anos, o retorno das viagens corporativas é mais importante do que nunca”, diz o presidente e CEO da AHLA, Chip Rogers.



#milessistravelgroup #viagenscorporativas


7 visualizações0 comentário